Donald Trump não assusta mais? | Phi Investimentos

Donald Trump não assusta mais?

Donald Trump não assusta mais?

É certo que a eleição de Trump à presidência dos EUA surpreendeu o mundo e que também gerou alguns temores sobre o destino da economia e da política norte-americana, porém, parece que o “susto” já passou.

Em entrevista com Fernando Dantas, jornalista do Broadcast (Estadão), o economista Edmar Bacha, um dos “pais” do Plano Real, aponta que o temor por Trump é injustificado, uma vez que “não estamos falando de um esquerdista, mas sim de um homem de negócios, um sujeito que deve não só entender como prezar os valores do capitalismo global, que não tem uma visão comprometida com o anticapitalismo”.

Os mercados globais reagiram fortemente ao posicionamento protecionista do novo presidente dos EUA: o corte de impostos, lançamento de investimentos em infraestrutura, a proteção de fabricantes norte-americanos e sobretudo, a desregulamentação.

Porém, há muitas incertezas quanto ao conteúdo e também sobre como o plano econômico de Donald Trump irá influenciar os mercados mundiais. Por isso, o momento é de investir com cautela e observar muito bem o desenrolar dos próximos acontecimentos.

“Os Estados Unidos precisam aumentar suas exportações, não reduzir suas importações”, esclarece Bacha.

Mercado doméstico

No Brasil, o que contribuiu para uma bolsa em alta e dólar e juro futuro em queda foi a intervenção rápida e certeira do Banco Central e do Tesouro, aumentando a oferta de swaps cambiais e a demanda por títulos de renda fixa.

Para Gesner Oliveira, professor de economia da FGV-SP e ex-presidente da Sabesp e do Cade, os impactos no Brasil e na vida dos brasileiros não devem ser tão grandes.

Em seu artigo no UOL, Oliveira comenta que “a vitória de Trump aumenta o grau de incerteza sobre os rumos da economia e política em todo o mundo”. Porém, o professor comenta que muito do que é dito em discurso eleitoral não acontece após o candidato sair vitorioso. Ou seja, para cumprir o que prometeu, Trump precisa de apoio de outros políticos do seu partido.

Por fim, nos EUA, as instituições americanas têm mais autonomia, são mais independentes e mais fortes, o que faz com o presidente tenha menos poder, diferentemente do que ocorre no Brasil.

Significados e mudanças

Não se deve ignorar o significado da vitória de Donald Trump e o fato de que algo mudou. Na visão de economistas e políticos, a expectativa é que os juros aumentem nos EUA e o dólar passe a valer mais e mais.

Um dólar mais alto é bom para os exportadores brasileiros, que ganham mais vendendo o mesmo, mas, é prejudica os importadores de mercadoria ou insumos. Isso encarece, também, o preço de algumas mercadorias no Brasil.

Com juros mais altos, a tendência é que investidores prefiram investir em um cofre garantido pelo governo americano.

Ainda segundo Oliveira, as relações comerciais entre Brasil e EUA não devem sofrer grandes alterações: “Quando olhamos para o setor da agricultura, importante para o Brasil, os EUA já são bem fechados. O governo ajuda os produtores americanos e dificulta estrangeiros de venderem seus produtos agrícolas nos EUA. Caso Trump queira acabar com acordos comerciais, sofrerá forte objeção, dado que os acordos dos EUA com outros países fazem mais bem do que mal para a economia americana”.

O certo é que, antes de se preocupar com Trump, o Brasil deve fazer a lição de casa e arrumar as contas de um governo endividado. Há a crise dos estados por exemplo, que necessita de resposta imediata. De qualquer forma, manter o olhar atento aos próximos acontecimentos é, mais do que nunca, de suma importância para direcionar investimentos futuros de médio e longo prazo.

Se você está em dúvida sobre como prosseguir com seus investimentos, faça aqui seu pré-cadastro e abra já sua conta para contar com o auxílio dos melhores profissionais do mercado. Veja também a agenda de cursos e palestras da TORO Investimentos para os próximos meses.

Escrito por Larissa Moutinho, jornalista MTB 6805, assessora responsável pela comunicação da TORO Investimentos. Foi editora da Revista ADVFN e jornalista da InvestMais. Pós-graduada em marketing e pós-graduanda em finanças.

Related posts

InvestSim: 1º Simpósio de investimentos debate as principais oportunidades em investimentos no Brasil

Realizado nesta segunda-feira, 03, pela PHI Investimentos em parceria da Guide Investimentos, o  I° Simpósio de Investimentos do Paraná – INVESTSIM reuniu em um único dia, 500 participantes e 15 palestrantes de destaque no mercado financeiro nacional que juntos são responsáveis pela gestão de mais de R$100 bilhões. O...

Read More

Qual é o valor mínimo para investir?

Um dos maiores mitos sobre investimentos é a ideia de que é necessário ter uma grande quantia de dinheiro sobrando para começar a investir. Porém, é possível sair da poupança e aprofundar-se no mundo dos investimentos com muito pouco. Uma das principais dúvidas de investidores iniciantes é quanto ao valor...

Read More