Em última reunião do ano, taxa Selic é mantida em 14,25% | Phi Investimentos

Em última reunião do ano, taxa Selic é mantida em 14,25%

Em última reunião do ano, taxa Selic é mantida em 14,25%

Primeira decisão não unânime desde outubro de 2014, a taxa continua a mesma desde julho desse ano

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), realizada no dia de ontem (25), foi de manter a taxa inalterada. A surpresa no entanto veio da não unanimidade da decisão: seis integrantes votaram pela manutenção da taxa e dois queriam aumentar 0,5%, para 14,75%.

Em outubro o comitê sinalizou que a manutenção da taxa nesse patamar “por período suficientemente prolongado é necessária para a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante da política monetária”. O horizonte, no entanto, já não aponta mais para 2016 e sim para 2017 de acordo com economistas.

A nova reunião mudou o comunicado. “​Avaliando a conjuntura macroeconômica e as perspectivas para a inflação, o Copom decidiu manter a taxa Selic em 14,25% a.a., sem viés, por seis votos a favor e dois votos pela elevação da taxa Selic em 0,50 ponto percentual”.

Economistas já esperavam que a taxa fosse mantida e tinham como critério a mudança do foco da política monetária, onde atingir a meta central de inflação de 4,5% não deve ocorrer em 2016 e sim apenas em 2017, por indicações do próprio Banco Central.

Entenda o cenário

Os juros altos ajudam a retrair a inflação, controlando o crédito e o consumo, mas dificultam o crescimento do país, principalmente considerando o atual momento de crise e o desemprego em alta.

A alta do dólar ajuda ainda de forma negativa. A disparada da moeda americana supera os 40% em 2015 e continua a pressionar a inflação, desvalorizando a moeda brasileira, aumentando os preços de produtos importados e refletindo, de certa forma, nos preços internos.

A retração prevista do PIB de 3,5% para 2015 e de 2% para 2016 se confirmada, faz com que o Brasil tenha pela primeira vez desde 1948 dois anos seguidos de contração na economia. A decisão dessa quarta-feira mantém ainda o país como líder no ranking mundial de juros reais, com uma taxa de 6,55% ao ano.

Nesta semana, o ministro Joaquim Levy defendeu que o ajuste das contas públicas é de extrema importância para a redução dos juros no próximo ano. “Eu acho que é importante ter a clareza fiscal. A presidente tem um compromisso com a meta de 0,7% (superávit primário). Temos de encontrar os meios. Obviamente toda base de apoio ao governo, incluindo evidentemente o Partido dos Trabalhadores, tem de se mobilizar. Mobilizar pelo Brasil, não apenas pela presidente. Para a gente ter o fiscal e o orçamento que o Brasil precisa, com as receitas que o Brasil precisa”, disse em coletiva após entrega do Prêmio Nacional de Educação Fiscal 2015.

A Selic em alta está alterando o rendimento do seu dinheiro? Procurando as melhores alternativas para investir nesse momento econômico atual? Procure os profissionais da PHI Investimentos! Faça aqui seu pré-cadastro, abra sua conta e aproveite as melhores oportunidades de renda fixa e variável!

Escrito por Larissa Moutinho, jornalista MTB 6805, assessora responsável pela comunicação da PHI Investimentos. Foi editora da Revista ADVFN e jornalista da InvestMais. Pós-graduada em marketing e pós-graduanda em finanças.

Related posts

InvestSim: 1º Simpósio de investimentos debate as principais oportunidades em investimentos no Brasil

Realizado nesta segunda-feira, 03, pela PHI Investimentos em parceria da Guide Investimentos, o  I° Simpósio de Investimentos do Paraná – INVESTSIM reuniu em um único dia, 500 participantes e 15 palestrantes de destaque no mercado financeiro nacional que juntos são responsáveis pela gestão de mais de R$100 bilhões. O...

Read More

Qual é o valor mínimo para investir?

Um dos maiores mitos sobre investimentos é a ideia de que é necessário ter uma grande quantia de dinheiro sobrando para começar a investir. Porém, é possível sair da poupança e aprofundar-se no mundo dos investimentos com muito pouco. Uma das principais dúvidas de investidores iniciantes é quanto ao valor...

Read More