Siga a disciplina de Buffett e vença o mercado | Phi Investimentos

Siga a disciplina de Buffett e vença o mercado

Siga a disciplina de Buffett e vença o mercado

Sempre que pensamentos em grandes mentores das ciências financeiras, alguns nomes surgem em nossas mentes e um dos primeiros é formado por duas palavras: Warren Buffett. Considerado um verdadeiro guru financeiro, Buffett possui uma carreira de muito sucesso e conquistas. Pensando em todos os ensinamentos que podemos conseguir estudando a vida e a carreira desse grande investidor, trouxe uma tradução da Investopedia para que possa entender um pouco mais sobre a vida e as táticas de Buffett.

Perguntaram à Warren Buffett uma vez o que era mais importante para se tornar um investidor de sucesso: inteligência ou disciplina? A resposta que veio foi uma surpresa: “Ações sobem e descem, não há jogo onde quando as probabilidades estão a seu favor. Mas para ganhar esse jogo, e a maior parte das pessoas não conseguem isso, você precisa de disciplina para formar suas próprias opiniões e o temperamento correto, o que é mais importante do que QI”.

Por que a disciplina é tão crítica para um investidor?
Investir no mercado de ações pode facilmente tornar-se algo emocional na falta de uma estratégia de investimento disciplinada. Para impedir que suas emoções controlem seus investimentos, um investidor precisa unir a disciplina a sua estratégia de investimento. Disciplina traz consistência, o que é essencial para superar o mercado por períodos mais longos de tempo.

Para compreender a disciplina no contexto do mercado de ações vamos utilizar um exemplo simples. Imagine que você decidiu criar um portfólio baseado em uma única métrica de Price-Earnings Ratio (P/E Ratio) e um prazo de avaliação de seis meses. Vamos supor que você monte uma carteira de ações com os cinco menores P/E Ratio do índice S&P 500, no momento em que distribuir seus dividendos do segundo trimestre. Digamos que a ação “X” foi adicionada a seu portfólio como uma dessas cinco ações. Seis meses depois, a ação é negociada com um P/E Ratio mais alto e portanto, ela não entra em sua lista. É aqui que um investidor enfrentará um dilema entre suas emoções e os fatos. Tendo ganhado valores significativos, um investidor poderá querer permanecer no trade esperando por mais retornos. É assim que as emoções humanas costumam funcionar. No entanto, esta é precisamente a decisão emocional que precisa ser substituída por dados, sugerindo que a ação “X” não pertence mais as cinco ações de P/E Ratio baixo. Agir sobre a sugestão de dados é um exemplo de disciplina.

O mercado é muitas vezes um reflexo das reações emocionais agregadas de toda uma população. Os movimentos de curto prazo nos preços das ações ou os mercados mais amplos são muitas vezes comparáveis a uma ação impulsiva. Um investidor deve perguntar a si mesmo como um bull/bear impacta em seus investimentos e em seguida tomar suas decisões baseadas em dados e fatos.

As tendências de alta (bull) sempre inspiram as pessoas a investirem, esperando se beneficiar da subida do mercado, enquanto que uma tendência de queda (bear) poderia levar a uma ação de venda em massa. Esse tipo de condição extrema do mercado pode levar algumas pessoas a abandonarem suas estratégias de investimentos. Um teste de disciplina é a habilidade de permanecer com sua estratégia de investimento mesmo nos cenários mais extremos e tentadores do mercado.

A disciplina de Warren Buffett
Um grande exemplo de disciplina de mercado é o “Oráculo de Omaha” de Warren Buffett. O Sr. Buffett preparou as seguintes regras como seus princípios de investimento:

  1. Invista em companhias que você realmente compreende.
  2. Invista em empresas apenas se estiver convencido de que é bom. Não chegue a uma conclusão baseado no que outros dizem. Leia os fatos e tome suas conclusões. Não consegue chegar a uma conclusão? Persista até que encontre algo que compreenda e que o deixe convencido.
  3. Invista em companhias que estão dentro de seu círculo de competências.

Um teste para a disciplina Oráculo foi a bolha dot.com no fim dos anos 90. Ele decidiu evitar investimentos em empresas de tecnologia que não conseguia compreender, mesmo se essas marcas tecnológicas ajudassem a criar bilhões de dólares da noite para o dia. Ele era chamado de “mundo antigo” e muitos questionaram seus princípios de investimento. Warren acabou rindo por último com a crise da bolsa de 1999, que estava cheia de ações ligadas à tecnologia. A disciplina de Warren Buffett em evitar coisas que não compreende, mesmo quando todos a sua volta as escolhiam, foi compensada no fim. A disciplina provou ser uma aliada nesse caso, fortalecendo suas regras de investimentos ainda mais.

Aqui há um exemplo que captura em números a vantagem da disciplina em uma estratégia de investimentos.

Planos de Investimento Sistemáticos (Systematic Investment Plans – SIPs) são uma forma popular para pessoas que possuem um quantidade regular de dinheiro para investir no mercado de ações. Nós observamos os retornos de dois investidores:

  1. O primeiro, disciplinado, e que sempre investiu US$ 1.000 em fundos S&P 500 todo mês por um período de 10 anos;
  2. O segundo não investe em ações quando o mercado mostra tendências de baixa.

Vamos assumir que o investidor do segundo caso depositou US$ 1.000 em depósitos fixos em um banco a uma taxa de juro de 1%. A tabela abaixo resume as duas estratégias de investimento e os seus resultados:

ToroInvestimentos_Siga a disciplina de Buffett e venca o mercado_tb

O ponto de partida
A diferença nos dois portfolios é significativa, com a carteira SIP constante retornando US$ 25,106 a mais a partir de setembro 2014, em um valor total de investimento de US$ 121 mil dólares.

É claro que a disciplina no mercado de ações compensa e Warren Buffett é um grande exemplo do que a disciplina pode trazer para uma estratégia de investimento. Em conclusão, se fôssemos avaliar as habilidades necessárias para ser um investidor de sucesso, a disciplina seria ponto no topo.

Você pode ler a matéria original aqui.


Escrito por Larissa Moutinho, jornalista MTB 6805-PR, assessora responsável pela comunicação da TORO Investimentos. Foi editora da Revista ADVFN e jornalista da InvestMais. Pós-graduada em marketing e pós-graduanda em finanças.

Related posts

InvestSim: 1º Simpósio de investimentos debate as principais oportunidades em investimentos no Brasil

Realizado nesta segunda-feira, 03, pela PHI Investimentos em parceria da Guide Investimentos, o  I° Simpósio de Investimentos do Paraná – INVESTSIM reuniu em um único dia, 500 participantes e 15 palestrantes de destaque no mercado financeiro nacional que juntos são responsáveis pela gestão de mais de R$100 bilhões. O...

Read More

Qual é o valor mínimo para investir?

Um dos maiores mitos sobre investimentos é a ideia de que é necessário ter uma grande quantia de dinheiro sobrando para começar a investir. Porém, é possível sair da poupança e aprofundar-se no mundo dos investimentos com muito pouco. Uma das principais dúvidas de investidores iniciantes é quanto ao valor...

Read More

Give a Reply