BLOG

Dê Start na vida financeira dos seus filhos: Conheça investimentos melhores que a poupança

Publicado em
Entenda os passos que você deve seguir e no que se atentar na hora de montar a carteira de ativos dos seus filhos
Design sem nome (1)

O desejo de todo casal que acaba de ter um filho é garantir que ele tenha todo conforto possível e segurança no futuro. Consoante a isso, percebe-se um aumento expressivo no número de investimentos destinados aos menores. De acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi, 2022), os recursos aplicados em tal modalidade apresentaram um crescimento de 28,9% entre os oito primeiros meses de 2021 e 2022.  

Dessa forma, torna-se primordial que os responsáveis fiquem atentos no que tange os investimentos e o mercado financeiro. Nesse sentido, por tratar-se de objetivos a longo prazo, como casamento ou pagamento da faculdade, conceitos como volatilidade deixam de ser algo preocupante e um perfil mais arrojado pode ser assumido.

Realizar aportes mensais na poupança é a melhor alternativa?

Há uma tradição de que a poupança é a melhor forma de guardar dinheiro e obter rentabilidade. No entanto, é possível afirmar que, hoje, existem investimentos de renda fixa mais rentáveis e atrativos. Além disso, outro entrave gerado nessa forma tradicional de investimento é a corrosão causada pela inflação, que diminui o poder de compra do investidor no decorrer de dado período.

Quais os primeiros passos a serem dados para começar a investir pelo menor?

Para iniciar de fato a jornada do seu filho nos investimentos é necessário realizar a abertura de uma conta em corretora (clique aqui para abrir conta em nossa corretora credenciada) podendo esta ser feita no nome do menor, se apresentar CPF válido, ou no do próprio responsável. Desse modo, cabe salientar que, se for feita da última forma, no momento em que os pais quiserem transferir a carteira para o filho, haverá incidência de Imposto de Renda (IR) ao vender ou resgatar o título. Tal ocorrência pode ser evitada por meio de um instrumento de doação em vida, o qual garante a transferência dos ativos ao menor sem recolhimento de IR. No entanto, é importante alertar que há um limite a ser doado que, ao ser ultrapassado, gera a cobrança de outro imposto, o ITCMD.

Ademais, após a abertura de conta, é fundamental definir objetivos os quais serão destinados os investimentos realizados, além de estabelecer um prazo de resgate e a periodicidade que serão feitos os aportes. Assim, depois de ter clareza acerca desses tópicos, cabe aos pais darem todo suporte aos filhos, por intermédio da educação financeira, tornando os menores responsáveis gradativamente com o dinheiro, crucial para o momento em que atingirem a maioridade e gerenciarem o que foi investido.

Investimentos melhores que a poupança e que merecem a sua atenção

Uma vez decidido o prazo da aplicação, torna-se mais fácil escolher os ativos que irão compor a carteira, levando em conta os riscos e o retorno esperado. Desse modo, é necessário abordar que, a despreocupação quanto à volatilidade, dado que o dinheiro ficará aplicado por mais tempo, viabiliza investimentos mais arrojados e, consequentemente, com rendimentos mais expressivos. Com isso, é de suma importância o conhecimento acerca de opções mais rentáveis e que podem garantir o futuro do seu filho.

Fundos de Previdência: Fuja dos impostos

Fundos de Previdência são uma excelente opção de investimento a longo prazo, sobretudo em períodos que ultrapassam 10 anos. Tal constatação se dá pelo fato da alíquota de IR ser a menor do mercado financeiro, 10% em cima dos rendimentos, após uma década. Contudo, apesar de ser um fundo vantajoso, é fundamental ressaltar que prazos inferiores a 5 anos, por exemplo, podem gerar prejuízos ao invés de lucros para quem está investindo.  

Ademais, é necessário ter ciência acerca das duas categorias encontradas dentro da previdência privada: o VGBL (Vida Geradora de Benefício Livre) e o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). A primeira forma diz respeito ao imposto aplicado sobre os rendimentos, enquanto, a segunda, engloba a taxação do valor total investido. Assim, cabe ao investidor avaliar qual a melhor alternativa dentro dos seus objetivos e expectativas.

Renda Variável: Diversifique a sua carteira

Renda variável é uma ótima forma de diversificar o portfólio de investimentos e, com isso, evitar que o dinheiro fique concentrado em poucas possibilidades. No entanto, sabe-se que tal modalidade se enquadra em perfis não tão conservadores, uma vez que o risco e a volatilidade são maiores. Portanto, é relevante o investidor ter consciência de uma possível instabilidade na carteira, mas que, a longo prazo, é satisfatória, pois, além de retornos mais significativos devido ao risco, há possibilidade de recuperação de eventuais perdas. Além disso, há uma gama de opções dentro da renda variável, como ações, fundos imobiliários, BDRs, ETFs e criptomoedas, vale a pena conhecer e investir.

Tesouro IPCA+: Não perca para a inflação

O Tesouro IPCA+ é um título que compõe o Tesouro Direto e, por ser público, apresenta baixo risco. Nesse sentido, é crucial citar que dado investimento está diretamente atrelado à taxa de inflação, junto a uma taxa fixa, assegurando ao investidor seu poder de compra. Desse modo, cabe acrescentar que, além da proteção contra flutuações inflacionárias, esse tipo de aplicação apresenta garantia integral pelo Tesouro Nacional e investimento inicial baixo.

Agora que você já sabe os benefícios de iniciar uma carteira de investimentos para seus filhos e os melhores destinos para realizar os aportes, nos deixe fazer parte dessa jornada, conhecendo nossos serviços de assessoria. Clique aqui e acesse.

Por Aline Isabela Fernandes. Estagiária do Estúdio de Phinanças e Graduanda em Economia pela PUCPR, sob orientação da Prof° Dra. Andréia Ribeiro da Luz

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Sem categoria
23/05/2024

Seja anti-crise: proteja seu patrimônio com investimento certo

Sem categoria
16/05/2024

Nosso hiperfoco é a excelência em investimento

Sem categoria
09/05/2024

Equilibrando o tripé do investimento: liquidez, risco e rentabilidade

sucesso financeiro
02/05/2024

Diversifique sua carteira: O segredo para o sucesso financeiro

h2

Para receber materias sem custo e informações sobre o Curso, entre no grupo

h1 (1)

Você vai saber em primeira mão quando uma nova turma estiver disponível!

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.