BLOG

Com dificuldades para manejar seus investimentos?

Publicado em
Confira 6 dicas infalíveis para quem está se perguntando “como cuidar dos meus investimentos”, evitando erros na gestão da carteira.
Com dificuldades para manejar seus investimentos?

É comum encontrar investidores iniciantes que estão tão focados em fazer seus primeiros investimentos, que esquecem do que deve ser feito após esses aportes iniciais. Com isso, começam a surgir as dúvidas sobre o que fazer após a escolha das aplicações.

Por isso, se você está se perguntando “como cuidar dos meus investimentos”, está no lugar certo. A seguir, vamos dar dicas do que deve ser feito depois que você começar a investir, para manter o bom desempenho da sua carteira.

Tenha um plano

Antes de começar a investir, você tinha um plano, certo? Pois esse plano deve servir como guia para os seus próximos passos e ele sempre deve estar presente na mente do investidor. Afinal, é nele que deve constar informações importantes, como:

  • Quanto você quer acumular no curto prazo;
  • Onde e quanto você pretende investir em Renda Fixa e ações, por exemplo;
  • Quais são os seus objetivos para o montante a ser acumulado.

Vale lembrar que esse plano deve ser ajustado semestralmente ou anualmente, mas não mais do que isso. Realizar mudanças com frequência e por impulso pode acabar te impedindo de alcançar a rentabilidade almejada e alcançar os objetivos desejados.

Periodicidade

Uma dúvida comum de quem se pergunta “como cuidar dos meus investimentos” é a periodicidade com a qual a carteira deve ser acompanhada. Afinal, é claro que você precisa ficar de olho em tudo. Até porque, estamos falando do seu dinheiro.

Mas, você sabia que para investimentos de médio e longo prazo, não é necessário acompanhar a carteira de forma muito assídua? Na verdade, uma vez por mês é suficiente, com reavaliações sendo feitas semestralmente.

Mas qual é o motivo disso? A verdade é que olhar seus investimentos todos os dias pode criar uma sensação de ansiedade, e até nervosismo. A consequência disso podem ser decisões precipitadas, que acabam prejudicando seus rendimentos.

Benchmark

Você já ouviu falar no termo “Benchmark”? Ele é um indicador que serve para comparar dois ativos. Dessa forma, ele permite que você analise o desempenho dos seus investimentos.

Para isso, você deve comparar suas aplicações com um referência, um indicador relacionado ao tipo de investimento em questão. Por exemplo:

  • Se você tem ativos de renda fixa e multimercado, deve compará-los ao CDI;
  • Já, se sua carteira conta com ações, a principal referência é o Ibovespa.

Rentabilidade

Se você está se perguntando “como cuidar dos meus investimentos”, certamente tem uma preocupação em mente: a rentabilidade da sua carteira. Nesse momento, você deve se lembrar de que o risco e a volatilidade do investimento caminham junto da rentabilidade.

Por essa razão, é fundamental balancear o risco e a volatilidade, para que seja possível tomar boas decisões. Afinal, o retorno pode não ser o que você deseja, mas ele pode estar dentro do esperado para o perfil de investimento em questão.

E, caso haja alguma discrepância, as revisões semestrais vão te ajudar a identificá-las. Imagine que um fundo do seu portfólio está em queda há seis meses. É claro que isso pode ser motivo para retirada do investimento. Mas primeiro você precisa obter outras informações, para compreender os motivos da queda. Se trata de um reflexo do mercado, da troca do gestor ou de mudanças da estrutura do fundo?

Tudo isso deve ser analisado para que o investidor tome a melhor decisão possível.

Rebalancear a carteira

Esse é um passo importante para quem quer saber como cuidar dos meus investimentos. Afinal, ele é fundamental para manter sua carteira de investimentos sempre alinhada ao seu perfil de investidor e objetivos.

O rebalanceamento está diretamente relacionado à diversificação e à atualização dos ativos, principalmente dos investidores de renda variável. Se na reavaliação, você perceber que os resultados não estão condizentes ao esperado, a carteira pode ser rebalanceada. Sendo assim, você pode vender alguns papéis ou quem sabe aumentar o aporte em determinados investimentos.

Mas lembre-se de que, se o seu foco é no médio ou longo prazo, isso deve ser feito somente uma vez ao mês.

Aportes regulares

Se tem uma coisa que os investidores que querem saber “como cuidar dos meus investimentos” precisam aprender é a importância de fazer aportes regularmente. Essa prática é indispensável para quem busca acumular patrimônio e obter ganhos significativos

a longo prazo.

Por isso, procure separar um valor fixo para ser investido todos os meses, como 10% ou 15% do seu salário. Dessa forma, você cria regularidade e fica mais fácl de atingir as metas desejadas. Afinal, com o passar dos anos, os juros compostos contribuirão para a multiplicação do valor investido.

Finalmente, temos apenas mais uma dica para quem está se perguntando “como cuidar dos meus investimentos”: invista na sua educação financeira. Aprender ainda mais sobre investimentos e sobre o mercado financeiro será primordial para que você consiga estabelecer as melhores estratégias para o seu dinheiro.

E nós podemos te ajudar nisso. No Curso de Estratégias de Investimentos da Phi você vai aprender tudo o que precisa para investir estrategicamente e manter seu patrimônio seguro. Ficou interessado? Clique aqui e se inscreva.

Siga a Phi Investimentos nas redes sociais! Estamos presentes no Instagram, Facebook e LinkedIn.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Educação financeira
25/07/2022

O que é o Imposto sobre Operações Financeiras e por que ele importa para seus investimentos?

Educação financeira
22/07/2022

Entenda o que é o CDI e como ele afeta seus investimentos

Primeiros investimentos
18/07/2022

Renda fixa se destaca com alta de juros e se torna excelente alternativa para iniciantes

Educação financeira
15/07/2022

Por que procurar por um assessor de investimentos?

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.