BLOG

Entenda mais sobre o que é a renda fixa e 3 investimentos da categoria

Publicado em
Aprenda de vez o que é a renda fixa e o porquê dela ser considerada ideal para investidores iniciantes. Veja as vantagens, desvantagens, os tipos de investimentos e entenda as nomenclaturas do mercado.
Entenda mais sobre o que é a renda fixa e 3 investimentos da categoria

Você já deve ter ouvido falar bastante sobre Renda Fixa por aí, mas afinal de contas, você sabe o que renda fixa significa, quais os tipos de investimentos são dessa categoria ou mesmo se essa categoria é a ideal para você?

Neste artigo vamos apresentar para você mais sobre a Renda Fixa, suas vantagens, desvantagens e principais tipos de investimentos da categoria.

Para começar, se enquadram na renda fixa todo investimento cujo rendimento já está definido no momento da compra do ativo, ou seja: você já sabe quanto o seu dinheiro vai render no momento da aplicação.

Isso significa que essa modalidade é muito mais previsível, oscilando bem menos do que a renda variável. Por essa razão, a renda fixa reúne investimentos mais seguros, perfeitos para um investidor iniciante.

As vantagens da renda fixa?

Agora que você já sabe o básico sobre o conceito de renda fixa, vamos apresentar agora as principais vantagens da categoria:

  • Previsibilidade;
  • Segurança;
  • Versatilidade, com várias opções de investimento;
  • Facilidade para aplicar.

Essas características tornam a renda fixa na modalidade ideal para investidores conservadores e também para uma reserva de emergência.

Além disso, boa parte dos investimentos que fazem parte dessa categoria tem a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ele funciona da seguinte forma:

“Se o emissor do investimento for à falência ou não pagar seu dinheiro por outro motivo, o FGC garante que você receba até R$250.000 por CPF e por instituição bancária.”

Por isso, a nossa dica para quem está começando é evitar investir mais do que R$250.000 em uma única instituição.

As desvantagens da renda fixa?

É claro que, como qualquer outro investimento, a renda fixa também possui algumas desvantagens. Afinal, como esses ativos são mais seguros e, consequentemente, o investidor corre menos riscos, as aplicações normalmente possuem baixa rentabilidade quando comparadas à renda variável.

Por esse motivo, é importante pesquisar as melhores opções, que se encaixam nas suas condições, para encontrar boas rentabilidades dentro da renda fixa.

Foto de um telefone com a logotipo do Tesouro Direto, uma das categorias de renda fixa mais populares.
Tesouro Direto, uma das categorias de renda fixa mais populares.

Tipos de investimento de renda fixa?

1. Tesouro Direto

Você provavelmente já ouviu falar no Tesouro Direto. Mas você sabia que esse termo corresponde, na verdade, à plataforma do Governo Federal que oferece títulos do Tesouro Nacional?

É isso mesmo. A ideia do Tesouro Direto é captar recursos para o Governo Federal, usando o dinheiro investido para pagar programas do próprio governo. Isso significa que nesse tipo de investimento, você estará emprestando dinheiro para o governo.

Esses ativos se dividem em três:

  • Tesouro prefixado: você sabe exatamente quanto o seu dinheiro vai render antes de fazer a aplicação, sendo que geralmente essa modalidade contempla títulos de médio à longo prazo.
  • Tesouro Selic: nesse investimento, o rendimento está atrelado à taxa básica de juros, a taxa selic. Sendo assim, o rendimento da sua aplicação varia conforme as movimentações dessa taxa.
  • Tesouro IPCA: o Tesouro IPCA é um exemplo de título híbrido, já que uma parte do seu rendimento é prefixado e a outra parte acompanha o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a taxa de inflação do país.

Vale lembrar que os títulos do Tesouro Direto não possuem garantia do FGC, mas estão entre os investimentos mais seguros.

2. CDB

A sigla CDB significa Certificado de Depósito Bancário. Essa modalidade de investimento é emitida por bancos, para que essas instituições consigam captar recursos para suas operações. Ou seja, ao investir em um CDB, você está emprestando dinheiro para um banco e, em troca, receberá juros por esse valor.

3. LCI e LCA

LCI e LCA são, respectivamente, Letras de Crédito Imobiliários e Letras de Crédito do Agronegócio. Isentos de Imposto de Renda, esses investimentos também são emitidos pelos bancos. Mas nesses casos, os recursos angariados são usados para financiar empreendimentos do setor imobiliário ou do agronegócio.

Para o investidor, eles também são uma espécie de empréstimo ao banco, em troca de uma rentabilidade que pode ser:

  • Prefixada: quando a taxa de rentabilidade já está definida no momento da compra.
  • Pós-fixada: o rendimento está atrelado a um indexador e dependerá das suas movimentações. Geralmente, são utilizados o CDI (Certificados de Depósitos Interbancários e o IPCA.
  • Híbrida: é a união dos dois modelos acima, sendo atrelada a um índice, com o acréscimo de uma taxa fixa.

Está gostando da leitura? Saiba que essa é apenas uma amostra do nosso e-book grátis para investidores iniciantes! Cadastre-se hoje mesmo para ter prioridade no envio de mais três tipos de investimentos em renda fixa, contabilizando 6 no total, e muitos outros conteúdos inéditos!

Quer saber mais sobre investimentos em renda fixa?

Está interessado em saber mais sobre como investir e por onde começar, mas não sabe onde procurar? Basta se cadastrar para entrar na fila e receber o nosso e-book exclusivo sobre investimentos e como começar a investir do ZERO. O lançamento vai ocorrer em Maio de 2022. Se cadastre agora e não perca a oportunidade de se tornar prioridade no envio!

E-book exclusivo da Phi Investimentos sobre renda fixa, renda variável, fundos de investimentos e como aprender a investir.

E se você quer fazer esse patrimônio crescer ainda mais, conheça a Phi Investimentos: Com 11 anos de experiência, nossos profissionais são dedicados e tem um único foco: fazer você investir estrategicamente. Conheça a nossa assessoria gratuita para investimentos em renda fixa!

Você também pode seguir os nosso perfis nas redes sociais como LinkedIn, Instagram e Facebook para ficar por dentro de mais conteúdos como esse.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Dicas
27/06/2022

O único almoço grátis em investimentos

Educação financeira
22/06/2022

Com dificuldades para manejar seus investimentos?

Educação financeira
16/06/2022

Como identificar boas oportunidades de investimento?

Educação financeira
14/06/2022

O que é um planejamento matrimonial?

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.