BLOG

Fundos de Investimento: como investir de forma eficiente

Publicado em
Fundos de Investimento
Fundos de investimento

Os fundos de investimento são uma excelente opção para quem deseja diversificar seus investimentos e aumentar sua rentabilidade, mas ainda tem muitas dúvidas sobre como investir. Neste artigo, vamos explicar o que são fundos, os tipos disponíveis, vantagens e riscos, como escolher e avaliar a performance dos fundos.

ATENÇÃO: RECOMENDAMOS A LEITURA NO COMPUTADOR


Fundos de Investimento: o que são?

Fundos de investimento são uma modalidade de investimento coletivo em que um grupo de pessoas se une para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Cada investidor adquire cotas do fundo e, assim, passa a ter uma participação proporcional nos resultados do conjunto de ativos financeiros selecionados e geridos por uma equipe de profissionais.

Tipos de Fundos de Investimento

Renda FixaMultimercadoAções
São fundos que investem em títulos de renda fixa, como CDB, LCI e LCA.Investimentos que podem ser em renda fixa, ações, moedas, commodities e outros.Investimentos em ações e outros títulos negociados em bolsa de valores.

Vantagens de Investir em Fundos

Diversificação

Investir em um fundo proporciona uma ampla gama de opções de investimento, permitindo ao investidor a criação de uma carteira diversificada.
Acessibilidade

Investir em um fundo é possível com valores iniciais baixos, permitindo ao investidor acesso à fontes de investimento que não estão disponíveis para o pequeno investidor.
Profissionalismo

A gestão de um fundo é realizada por uma equipe de profissionais altamente qualificados e experientes, que aplicam as melhores estratégias de investimento para garantir os melhores resultados possíveis.

Riscos de Investir em Fundos

Assim como qualquer investimento, os fundos de investimento apresentam riscos, o grau de risco dessa classe de ativos está relacionado a composição da sua carteira de investimentos.

  • Fundos de renda fixa que investem prioritariamente em títulos públicos têm baixo risco de crédito.
  •  Já aqueles com maior concentração em crédito privado possuem maiores níveis de risco de crédito.
  • Outro bom exemplo são os fundos multimercados, que não possuem compromisso de concentração em nenhuma classe de ativos e costumam ser mais arrojados. Logo, envolvem maiores riscos.

Atenção: independentemente da sua classificação, todos os fundos estão sujeitos ao risco de mercado.

Lembre-se ainda que eles não são assegurados pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), como acontece com alguns títulos de renda fixa. Portanto, atente-se aos detalhes de cada fundo.


Como começar a investir em fundos?

  • Para começar a investir em fundos, abra uma conta em uma plataforma de investimento, como a Guide. Feito isso, avalie as opções disponíveis e opte pelos fundos que melhor atendem às suas necessidades.
  • Nesse processo, fique atento as principais informações do fundo, como a estratégia utilizada, tipo de gestão, fatores de risco, taxas principais cobradas, prazo de liquidação, entre outras.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Sem categoria
23/05/2024

Seja anti-crise: proteja seu patrimônio com investimento certo

Sem categoria
16/05/2024

Nosso hiperfoco é a excelência em investimento

Sem categoria
09/05/2024

Equilibrando o tripé do investimento: liquidez, risco e rentabilidade

sucesso financeiro
02/05/2024

Diversifique sua carteira: O segredo para o sucesso financeiro

h2

Para receber materias sem custo e informações sobre o Curso, entre no grupo

h1 (1)

Você vai saber em primeira mão quando uma nova turma estiver disponível!

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.