Blog

O mercado financeiro em posts que valem a sua atenção

Sobre os Fundos de Investimento em Ações – FIA

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Ter uma carteira de ações robusta é o sonho de todo investidor. Contudo, nem sempre temos tempo de ficar acompanhando o desempenho dos papeis. E em muitos casos, muitas pessoas sequer tem interesse ou conhecimento técnico para negociar ações diretamente. Nesse contexto, os fundos de investimento em ações (FIA) surgem como alternativa para quem deseja se expor ao mercado acionário de maneira simplificada. Mas por que? Pela questão da gestão simplificada e menor valor, pois um único fundo pode investir em várias ações ao mesmo tempo e com valores mínimos super baixos, algo que dificilmente um investidor conseguiria montar com tamanha diversificação e solidez.

Fundo de Investimento em Ações – FIA

Tratando-se de um fundo, como sempre há uma gestão profissional selecionando quais ações devem compor o mesmo. Em outras palavras, há um gestor acompanhando de perto as operações do fundo e a respectiva performance. Em termos de composição, todo FIA tem o seu patrimônio composto por no mínimo 67% em ações e dividem-se em gestão ativa ou passiva. No caso da gestão ativa, a intenção é superar o benchmark estabelecido previamente que, via de regra, é um índice (como o Ibovespa, entre outros). E no caso da gestão passiva, o objetivo limita-se a replicar esse mesmo parâmetro.

Sobre as taxas e tributação

As taxas mais comuns são duas: taxa de administração e taxa de performance. A taxa de administração refere-se à remuneração e custos da manutenção do fundo em si, enquanto a taxa de performance varia de acordo com o target ou superação do parâmetro pré-estabelecido. Nesse caso, ultrapassando o benchmark garantirá maior retorno. Já no caso da tributação, hoje é de 15% sobre o ganho nas cotas no momento do resgate.

Blog Sobre os Fundos de Investimentos em Ações (FIA) - Phi Investimentos

Volatilidade

Quando falamos de FIA, estamos falando de renda variável, ou seja, não sabemos precisar com exatidão o rendimento, podendo, inclusive, apresentar rentabilidade negativa. Por isso, a importância de uma boa assessoria, para você esteja consciente de todas as vantagens e percalços de uma aplicação que pode trazer um bom retorno, mas também o oposto.

Histórico

Outro ponto a ser considerado com o seu assessor é o histórico do fundo e a carreira do respectivo gestor. Ainda que olharmos para rendimentos passados não garanta lucros futuros, às vezes estudar o desempenho pregresso desde seu início pode auxiliá-lo na escolha.

Diversificação

Um outro ponto crucial quando falamos de FIA é a diversificação. Ainda que os investimentos em outros produtos de renda variável sejam relevantes, os Fundos de Ações, por serem compostos de vários papeis ao mesmo tempo, também servem como bons ativos para balancear ou contrapor outros investimentos que, em determinado momento, podem não ter a performance almejada.

Agora que esclarecemos as suas principais dúvidas sobre fundos de ações, que tal contar conosco para assessorá-lo nessa nova maneira de investir em renda variável? A nossa assessoria é 100% gratuita e os nossos especialistas estão prontos para esclarecer quaisquer dúvidas sem compromisso!

VEJA TAMBÉM

Quero investir, mas não sei como começar! 6 dicas de livros para investidores iniciantes

20/07/2021

O conhecimento é fundamental para quem deseja crescer. Seja na vida acadêmica, na carreira profissional ou quando vamos investir no mercado financeiro.

Simplificando a renda fixa e renda variável

18/07/2021

Entre os principais tipos de investimentos de renda fixa podemos destacar: Poupança, Tesouro Direto, CDBs e RDBs. Em relação à renda variável: Ações, Fundos de ações, Fundos multimercados, Ouro, etc.

Educação financeira: 7 passos para otimizar suas finanças

22/06/2021

A educação financeira é um assunto que tem conquistado espaço no Brasil nos últimos anos e tem feito muita gente abrir os olhos para o mar de oportunidades existentes no mercado.

A Phi Investimentos é uma empresa de Agentes Autônomos – AAI de Investimento devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Resolução CVM 16/21. A Phi Investimentos atua no mercado financeiro através da Guide Investimentos S.A., o que pode ser verificado no site da ANCORD. Na forma da legislação da CVM, o agente autônomo de investimento não pode administrar ou gerir o patrimônio de investidores. O AAI é um intermediário e depende da atualização prévia do cliente para realizar operações no Mercado Financeiro. Em caso de dúvidas e reclamações, favor contatar a Ouvidoria da Guide Investimentos no telefone 0800 704 0418.

[B]³ | BSMCVM

Selo Agro Broker
Selo Execution Broker
Selo Nonresident Investor Broker
Selo Retail Broker
Selo B3 Certifica
Selo Anbima - Distribuição de Produtos de Investimento
Selo Anbima - Administração Fiduciária
Selo Anbima - Gestão de Patrimônio
Selo Anbima - Gestão de Recursos
Selo Autorregulação Anbima

Invista agora

Olá, futuro cliente,

Em apenas dois passos, você garante uma das melhores assessorias gratuitas de investimentos do Brasil e começa a investir em uma das maiores corretoras da América Latina! E o melhor: é 100% digital, sem custos de abertura e manutenção de conta! Vamos lá?

Este site é protegido pelo Google reCAPTCHA. A Política de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.

Agradecemos a confiança!

Foi super fácil não é mesmo? Agora, clicando no botão abaixo você será redirecionado para o link de abertura de conta da nossa corretora, a Guide.

Trabalhe conosco!